quinta-feira, 12 de abril de 2012




As vezes me pergunto o que de verdade está faltando para que os meus desejos mais íntimos se sobressaiam em meio a tanta bagunça, indecisão, conflitos que na verdade eu mesma criei. O que me segura nesse porto? O que me segura em minha casa ou dentro desse carro? O que de verdade está valendo a pena? São tantas questões que friamente analisando só me levam a crê que o problema está em mim. Quem está querendo ganhar o mundo sou eu, quem ouve o eco da palavra liberdade sou eu... Só depende de mim! Está mais do que na hora de ir para as nações e tentar a vida. Se der certo... Volto com a bagagem cheia de tudo que o dinheiro puder comprar, fotos e experiências incríveis. Se der errado... Volto com menos dinheiro do que queria, fotos, experiência e a certeza de que tentei. Não quero errar por falta de foco ou de iniciativa. A vida é uma só, a hora é agora, o momento é esse. O mundo é muito maior do o Nordeste do Brasil, mas precisamente Salvador-Bahia.
Como diria o músico e compositor Lenine... Já deu a minha hora e eu não posso ficar. A Lua me chama e eu tenho que ir para rua. Não demoro... Tô de volta.